Tecnologia industrial, como ela está revolucionando o mercado

A fabricação de produtos sempre sofreu diversas alterações no que diz respeito aos seus processos desde o inicio dos tempos. Começando pela produção artesanal, a fabricação dos produtos ainda passou por diversas revoluções. Passou desde a invenção das máquinas a vapor até a acelerada revolução tecnológica do século XX. Porém, nenhuma das revoluções anteriores tem a possibilidade de ser tão impactante do que a implementação da tecnologia industrial.

A revolução da tecnologia industrial

 

Como já foi dito, os processos industriais já passaram por inúmeras revoluções. Uma das primeiras, a do século XVIII. Nela surgiram as máquinas a vapor, ou no século XIX, onde o aço, a energia elétrica e os combustíveis derivados do petróleo ganharam o mercado.

Já no século XX, os sistemas computadorizados foram introduzidos nos processos de fabricação de produtos. Atualmente, com a tecnologia industrial muito presente em várias corporações. Diversas empresas ao redor do mundo já possuem todo o seu processo de fabricação automatizado através da tecnologia.

Isto por que os sistemas de computador interagem diretamente com os equipamentos físicos, possibilitando uma produção eficiente e automatizada e revolucionando a manufatura. 

Uma das vertentes que mais tem ganhado força nos últimos anos é o conceito da indústria 4.0. Este conceito é baseado entre a conexão de máquinas e sistemas, visando a criação de redes autônomas e inteligentes. Entretanto, estes não apenas ajudarão no processo de fabricação das empresas, mas o farão por inteiro. Um dos casos mais interessantes neste conceito, é o software de OEE

Este conceito vem crescendo muito ao longo dos anos e tem possibilitado a implementação de diversas tecnologias nas empresas, que estão automatizando inúmeros procedimentos de fabricação e aumentando muito a eficiência nestes processos.

Aliás, não trata-se apenas de um simples avanço tecnológico, mas sim de um novo modelo de fábrica. Ali,  onde as próprias máquinas responsáveis pela produção são responsáveis pelas decisões que acontecem no chão da fábrica. E para que isto seja possível, estas máquinas coletam informações e as analisam em tempo real, tornando a sua capacidade operacional muito eficiente.