Organização automática do processo produtivo na indústria plástica

O setor da indústria plástica é um mercado muito competitivo. Muitas empresas procuram otimizar suas produções, tornando as mais eficientes. Uma das formas mais eficazes e usadas no chão de fábrica é a organização automática do processo produtivo.

O uso da organização automática do processo produtivo, também conhecido como apontamento automático de produção possibilita que o gestor identifique falhas e desperdícios durante todas as etapas dos procedimentos da fábrica.

O que é a organização automática do processo produtivo?

A organização automática do processo produtivo é uma metodologia que visa a melhora contínua da produção, registrando, mapeando e rastreando todas as etapas do chão de fábrica. Com isso, é possível identificar e reduzir os mínimos erros durante o processo produtivo na indústria plástica, diminuir custos, desperdícios, aumentar a produtividade e facilitar a tomada de decisões.

Todas as etapas do processo produtivo devem ser monitoradas para que a coleta e o armazenamento dos dados sejam feitos de maneira precisa. Mesmo sendo um desafio em razão dos diferentes setores, processos e atividades, o gestor precisa assumir o controle da produção. Para isso, a organização automática do processo produtivo é extremamente necessária.

Leia também: Análise de dados produtivos na indústria, como eles melhoram a produção

A importância da organização automática do processo produtivo

Implantar a organização automática do processo produtivo na indústria plástica pode transformar o ambiente corporativo, trazendo ganhos para os colaboradores, gestores, fornecedores e clientes. Muitos gestores utilizam a organização automática como um pilar da gestão da indústria plástica.

A partir dos dados fornecidos em tempo real, o gestor é capaz de:

  • Gerenciar estoque;
  • Controlar o sistema produtivo;
  • Melhorar a rastreabilidade (identificar problemas e falhas na produção);
  • Gerenciar custos;
  • Programar e reprogramar o processo produtivo.

 

Como implantar a organização automática do processo produtivo

Para implantar a organização automática do processo produtivo na indústria plástica, o gestor deve levar em consideração as seguintes dicas:

Comunicação interna

Toda metodologia a ser instalada na fábrica, os funcionários precisam tomar conhecimento e estarrecem cientes das novas rotinas.

Treinamento

Invista no treinamento dos seus funcionários. Não basta eles terem o conhecimento, é preciso treinar as novas rotinas para colocar em prática a organização automática do processo produtivo.

 

Leia também: Software de controle de manutenção industrial, evitando paradas e mantendo a produtividade

 

Indicadores

Crie um sistema que mensure a produtividade dos seus colabores, utilizando indicadores de produção.

Estabeleça controles de produção

Quando um procedimento da organização automática não está sendo seguido, é fundamental identificá-lo. Para isso, o gestor precisa estabelecer controles de produção. Dessa forma, quando ocorre alguma omissão ou falha na organização automática do processo produtivo, as equipes serão capazes de identificar e corrigir.

Mantenha a equipe motivada

Para que os colaborados se mantenham engajados em seguir o planejamento da produção, é importante criar uma cultura de reconhecimento e recompensa.

Atualize a metodologia

Não bastar apenas implementar uma organização automática do processo produtivo, é importante atualizar e revisar constantemente o que já foi feito. Assim, o gestor pode identificar oportunidades para melhorar o processo produtivo sempre que possível.

 

A organização automática do processo produtivo na indústria plástica permite a coleta dos dados como: ciclo produtivo, código de parada, tempo de produção, disponibilidade, qualidade, tudo isso em tempo real. Quer saber mais? Fale com nossos consultores.