5 dicas para melhorar o OEE de sua indústria

Melhorar o OEE é um desafio constante para os gestores de produção industrial. Aumentar a produtividade na indústria é um tema muito importante no Brasil e no mundo. Empresários, gestores buscam alternativas, sistemas, programas para aumentar a disponibilidade e melhorar a competitividade. O OEE (Overall Equipment Effectiveness) é um dos principais indicadores de produtividade industrial. 

Esse índice é a multiplicação dos 3 parâmetros em porcentagem: disponibilidade, qualidade e desempenho.

A disponibilidade é calculada pela divisão da quantidade dos produtos confeccionados pela quantidade de produtos que poderiam ser feitos se todos os equipamentos estiverem prontos para operar.

A qualidade é medida dividindo a quantidade de produtos aprovados pela quantidade total das peças produzidas.

Já o desempenho é calculado pela divisão da capacidade real de produção pela máxima capacidade que a empresa pode produzir.

Na prática, a fórmula é a seguinte:

Disponibilidade x Desempenho x Qualidade = OEE

Por exemplo, se uma indústria tem 93% de disponibilidade, 91% de desempenho e 96% de qualidade, seu OEE será de: 93% x 91% x 96% = 81,24%. Mas melhorar o OEE é uma tarefa que exige tecnologia, processos e otimização da produtividade

 

Dicas para melhorar o OEE

Esse índice tem o principal objetivo de responder três questões: Qual a rapidez que minha empresa produz? Por quanto tempo meus equipamentos estão disponíveis para produzir? Quantas peças foram produzidas perfeitamente?

Ao monitorar constantemente o OEE, o gestor poderá focar em produzir com mais qualidade e menos custos. Ele poderá melhorar o OEE e com isso, ter resultados muito melhores. 

Fazendo pequenos ajustes, é possível melhorar o potencial do OEE, sem necessariamente investir em novas máquinas e funcionários adicionais.

Nesse artigo, vamos apresentar 4 dicas para melhorar o OEE de sua indústria, para obter mais retorno em investimento, aumentar a produtividade, desenvolvendo uma melhoria contínua:

1- Integração do monitoramento OEE com outras ferramentas 

Para melhorar o OEE, é fundamental integrar com outros sistemas e ferramentas de monitoramento. O principal deles é o ERP, que precisa estar integrado com o Software de OEE.

Essa integração vai permitir que outros setores da indústria vão poder trabalhar de maneira mais precisa.

Dessa forma, o sistema ERP, junto com o software MES (OEE), vai receber informações mais precisas e confiáveis do setor de produção.

 

2- Ter um sistema de monitoramento de produção que indique seu OEE de forma automática

Possuir um software de controle de produção industrial é ter informações precisas, confiáveis e fazer com que ele monitore seu OEE e te avise quando não estiver de acordo. Isso permite que em tempo real se analise e tome decisões para voltar a eficiência o mais rápido possível

 

3- Capacitação dos funcionários

Os operadores e funcionários precisam tomar decisões e agir de forma proativa para resolver possíveis problemas. Para isso, eles devem estar bem treinados em operar os equipamentos, tratar ocorrências, chama a equipe de manutenção, se necessário. Ao tomar essas ações quando os problemas acontecem, os operadores vão garantir que a produção tenha mais desempenho.

 

4- Integridade nos relatórios

Os relatórios precisam ser transparentes e corretos. É preciso manter a integridade nos gráficos e relatórios. Se não houver honestidades nesses documentos, o gestor vai estar perseguindo “fantasmas” ao usar ou indicar OEE como ferramenta.

Seja íntegro nos relatórios, seguindo as seguintes dicas:

  • Divulgue os números.
  • Colete e analise os dados de maneira simples.
  • Tenha conhecimento do tempo padrão para cada produção de equipamentos e produtos, atrasos, perdas por refugo, e outras informações que podem afetar a qualidade e a produção.
  • Envolve todos os funcionários da produção, apresentando os números reais, para melhorar a produtividade.

 

5- OEE na ação

Use displays grandes e simples, visíveis a todos os operadores, que tenham o real desempenho da produção e o que foi planejado. É importante que o gestor fique atento a qualquer tipo de ocorrências: paradas, desvios, trocas de turnos, tempo de máquina inativa, entre outras.

Quanto mais rápido o gestor tomar ciência desses momentos, mais rápido ele irá solucionar e manter a produção ativa.

 

O gestor precisa entender que no final do dia, o OEE é um verdadeiro alerta que mostra a indústria está perdendo dinheiro na sua produção. O indicador mostra uma pontuação do que a empresa está ganhando ou perdendo.

A Vedois oferece soluções de software e hardware para otimizar o dia-a-dia nos processos das indústrias. Entre em contato para saber mais!