Como aumentar a Disponibilidade, um importante índice do OEE na sua indústria

Diante de um cenário cada vez mais competitivo, é esperado das empresas uma maior eficiência e aumentar a disponibilidade dentro do chão de fábrica é uma das formas de conseguir isso, garantindo que as atividades sejam exercidas de forma contínua.

Muitas organizações foram seriamente abaladas pela recente pandemia mundial, e foi necessário encontrar formas de acompanhar as demandas e entregar cada vez mais excelência na produção, além de garantir, também, um aumento na lucratividade.

Essa mudança nos mostrou como o índice de disponibilidade do OEE é essencial para evitar interrupções e paradas inesperadas, que podem causar grandes prejuízos para as empresas. E é sobre isso que iremos tratar a seguir.

A importância do índice disponibilidade

Uma das métricas mais importantes nas atividades industriais é a disponibilidade. Ela avalia o desempenho dos equipamentos de acordo com as funções que são realizadas, avaliando a confiabilidade, manutenibilidade e suporte de manutenção dentro de um determinado período.

Esse cálculo, além de determinar a capacidade produtiva e os resultados que as máquinas apresentam para a organização, também é primordial para determinar e implementar ações de manutenção mais assertivas. De acordo com as informações obtidas, a empresa consegue estabelecer um cronograma efetivo de acordo com o comportamento e as necessidades de cada maquinário.

Com base nos dados de disponibilidade, os gestores podem determinar ações prioritárias, medidas preventivas e o histórico de cada equipamento em atividade. É essencial que a disponibilidade de máquinas seja sempre a maior possível, para contribuir com o OEE de classe mundial em 85% e garantir a produtividade e a lucratividade da organização.

A disponibilidade para o índice OEE

O OEE é uma métrica essencial para evidenciar aspectos voltados para a melhoria da performance, como avaliar a capacidade produtiva máxima dos equipamentos; identificar quais máquinas produzem mais; avaliar a qualidade do produto final; os índices de perdas, etc. Ou seja, o cálculo do OEE envolve três fatores principais: disponibilidade, performance e qualidade.

No que se refere ao OEE, a disponibilidade de máquina diz respeito ao tempo de funcionamento de determinado equipamento em relação ao tempo em que ele pode ser utilizado. Através desse índice, é possível identificar vários pontos essenciais para a produtividade, como:

• Formas de aproveitar as máquinas em sua totalidade;
• Tempo de paradas não planejadas;
• Problemas de manutenção;
• Quedas de desempenho.

Para garantir dados mais precisos no cálculo do OEE, é importante considerar:

Tempo de produção: período em que a máquina esteve em funcionamento e produzindo conforme a programação;
Paradas não planejadas: pausas em que a máquina deixou de produzir por conta de defeitos, queda de energia, falta de matéria-prima, falta de mão de obra, entre outros.
Paradas planejadas: pausas que foram previstas, como treinamentos, finais de semana, manutenção programada, etc.

Como aumentar a disponibilidade?

Muitas vezes, a indisponibilidade dos equipamentos se dá por conta da dificuldade em identificar e resolver problemas. Embora o aumento da disponibilidade deva levar em conta diversos aspectos dentro da empresa, existem algumas ações que podem contribuir para a melhoria dessa métrica, como:

Manutenção preventiva

Problemas técnicos acontecem e fazem parte da rotina de uma indústria. Contudo, diversos problemas técnicos podem ser evitados com um cronograma de manutenção preventivo, corrigindo erros antes que eles causem indisponibilidade dos equipamentos.

Controle de paralisações

Dentro do OEE, a disponibilidade leva em consideração todos os tempos de parada realizados no ambiente produtivo, se referindo a eventos como paradas de manutenção, falta de material, entre outros. Quanto menos tempo a máquina estiver disponível, menor será a lucratividade da organização. Dessa forma, é essencial realizar um controle adequado das paradas programadas e das paradas operacionais.

Controle de Ciclo Produtivo

Para manter a eficiência e aumentar a disponibilidade das máquinas, é essencial contar com uma ferramenta eficiente e confiável para realizar o controle do ciclo produtivo da organização. Através de dados precisos disponibilizados em tempo real, a gestão consegue visualizar e controlar todos os aspectos da produção e garantir cada vez mais produtividade e disponibilidade dos equipamentos utilizados.

Treinamento

O processo produtivo depende não só de equipamentos de qualidade, como também de uma equipe capaz de operar essas máquinas com excelência e agilidade. No caso de uma produção automatizada, é preciso contar com uma equipe rápida, que possa realizar a manutenção de acordo com o planejamento.

Comunicação e integração entre equipamentos

A disponibilidade dos equipamentos está diretamente relacionada com a quantidade de tempo gasto na correção de falhas. Dentro da Era da Indústria 4.0, os dados ganharam um papel de destaque, principalmente para garantir um processo de tomada de decisões mais assertivas. Por esse motivo, é muito importante contar com recursos tecnológicos que entreguem dados precisos e em tempo real sobre o desempenho e o status de cada um dos equipamentos utilizados.

A Vedois oferece os melhores recursos para aumentar a eficiência e realizar o monitoramento contínuo da eficiência produtiva da sua empresa. Entre em contato conosco e conheça todas as soluções tecnológicas que podem ajudar a sua organização a evoluir e se destacar cada vez mais no mercado atual!